Não declarou o imposto de renda nos últimos anos? Veja o que fazer

O imposto de renda é uma taxa obrigatória que deve ser cumprida anualmente por alguns contribuintes. Além da própria taxa, é necessário enviar a declaração dos seus rendimentos, juntos aos comprovantes que confirmam os dados declarados.

Omitir posses e valores, assim como deixar de realizar a declaração pode fazer com o que o cidadão caia na malha fina. Para evitar problemas com a Receita Federal, confira as informações a seguir e saiba como regularizar a sua situação de forma simples:

O imposto de renda é uma arrecadação obrigatória que deve ser cumprida todos os anos dentro do prazo. O que acontece é que muitos brasileiros deixam de cumprir com o valor, podendo acabar sofrendo consequências.

Vale a pena mencionar que os processos do IR ficaram mais simples desde que a Receita Federal disponibilizou um programa para que os contribuintes possam realizar a sua declaração de forma simples.

Mas se mesmo com essas facilidades, você ainda se encontra em situa.não irregular com a Receita, saiba que existem algumas medidas que você pode tomar para colocar o seu imposto de renda em dias.

Como funciona o imposto para quem não trabalha de carteira assinada?

É interessante ressaltar que quem não trabalha de carteira assinada, mas se enquadra nos requisitos do imposto de renda, deve estar cumprindo com o Carnê Leão 2020, que é o recurso direcionado para trabalhadores que não exercem funções através da CLT.

Nesse caso, o contribuinte precisa acessar a plataforma oficial da Receita e clicar na opção do DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais), depois é só informar seus dados e escolher o mês que deseja pagar.

Pronto! Basta imprimir a guia de pagamento gerada e realizar o pagamento em qualquer instituição financeira ou casa lotérica.

Como regularizar o IR?

O primeiro passo para estar regularizando a sua situação com a Receita Federal é identificar quais os anos pendentes para que você possa determinar os dados necessários. Vale mencionar ainda que, cada uma das declarações atrasadas deve ser realizada em uma versão diferente do programa.

Se você deixou de entregar a declaração de 2019, por exemplo, é preciso realizar o download do programa gerador de declaração deste ano e assim por diante. O contribuinte precisa estar atento aos dados que irá informar e às devidas comprovações.

É importante estar ciente igualmente do acréscimo de multas e juros aos valores. Caso possua restituição do IR a receber, o contribuinte será descontado desse percentual.